sábado, 12 de novembro de 2011

Por uma convivência plena...

Sou favorável ao voto nulo e sempre prego esse protesto como forma de tentar mudar a maneira de os políticos verem a política. Mas eu gostaria muito de votar em alguém. Queria alguém com propostas para reduzir o impacto que os animais abandonados e os de rua estão causando na saúde da população.

Vejo campanha contra a dengue, mas não vejo campanhas pra vacinar e castrar os animais domésticos, nem de tirar os abandonados da rua e castrar e vacinar. Se não começarmos já a tirar esses bichanos da rua, fazer o que disse acima e arrumar um lar pra eles em breve a situação estará muito pior.

Também não vejo ninguém se manifestar contra as pragas que viraram os pombos (que causam mais doenças do que rato e barata). Não sou a favor de sacrificar animais, mas como educador, acho que necessitamos de educação ambiental e conscientização dos humanos para evitar que se proliferem esses problemas acima citados.

Eu se pudesse estar na câmara, levantaria essa bandeira, mesmo não sendo do Partido Verde, que, diga-se de passagem, esqueceu-se da sua origem. Hoje o PV fala de tudo, menos do que diz respeito a um meio ambiente salutar, onde nós, os demais animais e as plantas possamos dividir espaço sem que um cause dano aos outros. Doutrinar essa convivência é simples e bastaria que todos os humanos respeitassem a natureza e as leis que a protegem.

As Leis pra isso tudo já existe. Falta por em prática. Poderia ser criado um grupo com integrantes de algumas áreas como controle de zoonose, bombeiros, saúde, educação, sec. esp. de prot. aos animais, além de estagiários de veterinária e ciências ambientais para fazer o trabalho descrito acima. Não seria preciso criar novas secretarias e nem de mais leis. Mas 'eles' adoram isso, criar leis e secretarias, não é?

Sendo assim, continuaremos a ser o animal superior em tese, que se comporta como o inferior na prática.

Não deixe de clicar: http://www.guiadoscuriosos.com.br/categorias/5136/1/voto-nulo.html

Nenhum comentário:

MSN

Indicador de Status

ESTATÍSTICA